segunda-feira, 26 de maio de 2008

A importância em ser otimista


Outro dia eu estava no telefone com o Fê e, durante nossa conversa, ele disse: “Nossa Bibian, hoje você só está me jogando pra cima, dizendo coisas positivas!”.
Em um primeiro momento eu fiquei feliz e surpresa com o comentário, já que eu me exponho muito para as pessoas, deixando evidentes minhas fraquezas e sendo muito crítica com tudo. Achei que aquela minha conversa com o Fê tinha sido apenas um surto de otimismo.
Mas, ao desligar o telefone, refleti um pouco e percebi que meu comportamento não foi um lapso. Tenho agido assim há algum tempo e, por isso, me sinto leve e tranqüila nos últimos meses.
Cara, não tem jeito! Eu sei que parece conversa fiada, papo de gente que paga uma de zen, mas acho que a solução pra gente ser feliz é tentar ver sempre o lado positivo de tudo! Isso faz com que expressemos para as pessoas palavras e sentimentos bons. Por fim, o feed-back que receberemos tenderá a ser positivo!!! Percebe?
Temos duas opções: encarar tudo de um jeito bom ou de um jeito ruim. Não existe meio termo. Não acho que nós, seres humanos, sejamos capazes de sermos imparciais, neutros, imunes a tendenciar para um dos dois lados. Então, por que não escolher enxergar tudo por uma ótica positiva??
E, você há de concordar comigo - não custa muito ser otimista. É tão simples! E, a curto-prazo, recebemos boas respostas da vida. Nos sentimos mais dispostos a lutar, sentir a vida visceralmente e encarar o que vier com a certeza de que, ao menos, demos o nosso melhor.
Você não acha?

6 comentários:

William Maia disse...

Acho sim Vivi! Acho não, tenho certeza!

Concordo com você em genêro, número e degrau (sic) hauhhuaa.. Otimistas todos devemos ser. A beleza (da vida) está nos olhos de quem vê.

O Caetano fala muita besteira às vezes, mas dá uma lida na entrevista dele na Folha de ontem.. Tudo a ver com o post.

Muito legal seu jeito de escrever. Bem vinda à Blogosfera!

Ahh.. já te linkei..

Bjos!

William Maia disse...

Agora Sim!!! Palavra cumprida.. rsrs

Maria Clara Moraes disse...

Vivi, estou muito feliz que vc vai se abrir por aqui. Sempre quis ler um pouco das coisas que a gente conversa. Você é uma pessoa muito intensa e não tenho dúvidas de que isso refletirá nos seus posts.Já adicionei nos meus favoritos, e pode ter certeza que a visitarei com frequencia. Já fiz uns comentarios pelo msn, mas vou repetir por aqui: ao ler seus posts eu consegui ouvir sua voz! Incrível sua capacidade de escrever exatamente do mesmo modo que vc falaria. Muito gostoso de ler. E fico muuuuito feliz por saber que vc está otimista ultimamente... combina muito mais com vc do que o pessimismo...
Vivi, está no caminho certo! Vou comentar muito e visitar sempre!
Amo vc, nunca esquece disso. Ainda mais porque só a gente sabe não banalizar o significado dessa palavra.
beijos minha querida.

Maria Clara Moraes disse...

PS: vivi, tira esse negocio de soh exibir comentarios aprovados meu!!!! hahahahaha
beijao

Paula disse...

@=D Confesso que quando sou otimista, dificilmente a rabujisse e o mau humor alheio dificilmente me afetam, definitivamente o otimismo vem acompanhado de sentimentos que nos fazem liberar endorfinas como por exemplo felicidade, alegria e amor,ficamos anestesiados mesmo ...Vou tentar juro!
@=*********!

Thiago Rocha Kiwi disse...

"Então, por que não escolher enxergar tudo por uma ótica positiva??"

Essa sempre foi minha folosofia de vida, mas, de uns tempos pra cá, havia me esquecido disso. Valeu por me lembrar de algo q sempre me fez tão bem.